DESTAQUE ELEIÇÕES

Entrevista com Alfredo Fernandes Estrada eleito para o oitavo mandato seguido

Eleito para o oitavo mandado seguido, o presidente da Câmara Municipal de São Roque, Alfredo Fernandes Estrada (PSC), resume em duas palavras o segredo para tantos anos vereança: “Trabalho e honestidade”.

ENTREVISTA COM ALFREDO ESTRADA

Vereador há 28 anos, a primeira eleição foi em 1988 depois de ter disputado o cargo sem sucesso em 1982 pelo PMDB.

Eleito pelo PTB permaneceu no partido até o primeiro semestre deste ano quando se filiou ao PSC. Mudou para o partido do deputado Márcio Camargo com a intenção de concorrer a prefeito de São Roque.

Alfredo Estrada
Alfredo Estrada eleito pela primeira vez em 1988 e três vez presidente da Câmara. Foto Lilá Araújo/AICMSR

Chegou a cogitar uma dobradinha com Dalva do Sindicato (Solidariedade), mas desistiu da ideia e apoiou Marquinho Chula (PSB).

Eleito com 723 votos, Estrada interrompeu a tradição de aumentar o número de votos em cada eleição. Em 2012, somou 912 votos.

Cama
Câmara de São Roque (1989/1992) na primeira eleição de Estrada. Primeira fila: Brasílio de Oliveira Barros, Guido Guazzeli, João Carlos de Castro Neto, Celso Grande, Nagib Mana, José Ferreira Reguengo Sobrinho, Benedito Pereira Borges (Dito Canela), Alfredo Estrada e Ângelo Robi. Segunda fila: Zé Balaio, Zé Egydio Capuzzo, Ademar Marreiro, João Carlos de Souza Freitas, Severino Alves Filho (Paraíba), Edson Inocêncio Caparelli, João Paulo de Oliveira e Paulino Pereira. 

“Temos que levar em conta o descrédito dos políticos por conta de tantos escândalos e a situação econômica do país”, analisa.

Alfredo
Estrada (1989)

DISPUTA COM JÚLIO ARANTES DE FREITAS

Estrada disputa com o médico Júlio Arantes de Freitas o título de vereador com mais tempo de casa e mandatos.

Consulta realizada na edição revista histórica “165 anos Câmara Municipal de São Roque” (1998), de autoria da jornalista Sílvia Mello, aponta que o doutor Júlio foi vereador por 40 anos. Veja abaixo os anos dos mandatos.

Alfredo Estrada atingirá 32 anos de vereador ao final do mandato que se inicia em janeiro de 2017.

Nessa conta estamos apenas levando em consideração os anos e não os meses. Nem sempre o mandato começou no dia primeiro de janeiro e terminava no dia 31 de dezembro.

Doutor Júlio tem mais mandatos, onze ao todo. Estrada vai para o oitavo com a vantagem de serem todos seguidos e de quatro anos cada. O ilustre médico tem alguns mandatos mais curtos.

É quase uma certeza que Doutor Júlio teria mais tempo de plenário se não fosse o presidente Getúlio Vargas.

Com a Revolução de 30, os vereadores deixaram de ser eleitos pelo povo. Foram criadas a Junta Governista Provisória (1930/32) e o Conselho Consultivo Municipal (1932/36).

Em 1937, uma nova Câmara foi eleita e o doutor Júlio estava lá para um mandato que durou de julho de 1936 a novembro de 1937. Com o Estado Novo (1937/45) a ditadura Vargas novamente impediu a eleição direta para vereador.

Nesse período, o vereador que dá nome ao plenário da Câmara Municipal de São Roque, ficou 13 anos fora do legislativo. Mas na sequência emplacou sete mandatos seguidos de 1948 a 1976, marca agora superada por Alfredo.

Estrada destaca os méritos do doutor Júlio, mas lembra que hoje a disputa por uma cadeira é muito maior. Além disso, os vereadores não eram remunerados.

Hoje, são cerca de 300 candidatos brigando por 15 vagas e boa parte deles de olho somente no salário. Os vereadores passaram a ser remunerados a partir de 1977, justamente quando o doutor Júlio deixou a política.

Júlio Arantes de Freitas foi por seis anos vezes presidente da Câmara de São Roque 1923/24, 1928, 1929/30 e 1956. Até 1930, o presidente da Câmara também era o intendente que corresponde hoje ao cargo de prefeito. Estrada ocupa presidência da casa pela terceira vez.

O certo é que Alfredo Fernandes Estrada e Júlio Arantes de Freitas são campeões de votos.

Alfredo Fernandes Estrada – 7 mandatos

A partir de 1988 sem com quatro anos de duração cada

Júlio Arantes de Freitas – 11 mandatos

1º) 15/01/1923 a 15/01/1926

2º) 15/01/1926 a 15/01/1929

3º) 15/01/1929 a 25/10/1930

4º) 22/07/1936 a 10/11/1937

5º) 1948 a 1951

6º) 1952 a 1955

7º) 1956 a 1959

8º) 1960 a 1963

9º) 1964 a 1968

10º) 1969 a 1972

11º) 1973 a 1976

Período sem eleição para Câmara Municipal

25/10/1930 a 1932 – Junta Governativa Provisória

1932/1936 – Conselho Consultivo

Estado Novo  (1937/45) – Eleição direta para vereador voltou em 1947 com posse em 1948.

Eleições 2016 – Oferecimento

associacao-comercial-de-sao-roque

A alegria da criançada está no comércio de São Roque

ski-mountain-park-logo-1

Diversão na montanha com rodizio na sexta-feira

madeiras-viva

Rodovia Raposo Tavares, km 63 – Fone: (11) 4712-6400

construshow-editado

Novo endereço. Rua São Joaquim, 327

quinta-do-nino-logo

Que acaba de lançar a tequila Fuego Loco

radio-coluna-fm

Sintonize 87,5 MHz

 

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS