Saneaqua remove mais de 7 toneladas de lixo das tubulações de esgoto de Mairinque no primeiro trimestre de 2022

O descarte inadequado de lixo e óleo de cozinha são os vilões na rede de esgoto

Como forma de evitar os entupimentos causados devido ao descarte incorreto de resíduos sólidos nas tubulações, a Saneaqua – concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Mairinque, recolheu 7,15 toneladas de lixo das tubulações de esgoto do município, durante a execução do cronograma de limpeza preventiva, somente no primeiro trimestre deste ano.

Ao todo, 7 quilômetros de redes foram limpos – 4,5 quilômetros a mais quando comparado ao mesmo período dos anos de 2021 e 2020 juntos.

A execução da limpeza reflete diretamente na diminuição dos casos de entupimentos e extravasamentos das redes de esgoto da cidade, assim como possibilita que as equipes identifiquem e antecipem possíveis problemas nas tubulações.

Durante a ação, os materiais mais encontrados descartados indevidamente são: restos de construção civil, como pedras, cimento e madeira, plástico, papelão, sacos e descartes de banheiro, como papel higiênico, fio dental, absorventes, cabelo, cotonetes, tecidos, sacos plásticos. Restos de comida também são identificados com frequência, assim como óleo de cozinha.

Durante a limpeza, são utilizados caminhões hidrojato junto a uma mangueira de 120 metros de comprimento com alta pressão, que ajuda a remover as placas de gordura e todo o lixo das tubulações.

“Somente em 2021, realizamos a limpeza de aproximadamente 26 quilômetros das redes de esgoto. Para este ano, o objetivo é superar essa extensão. A execução desse trabalho reflete diretamente na redução dos casos de entupimentos de redes na cidade. Buscamos sempre evitar transtornos, impactos ambientais e promover o bom funcionamento das redes”, afirma Bruno Gravatá, gerente de operação da Saneaqua.

ATENÇÃO AO DESCARTE CORRETO DO LIXO

Apesar da concessionária seguir um cronograma de limpeza das redes, é preciso que os moradores se conscientizem quanto ao uso correto do sistema de esgotamento sanitário e evitem descartar lixo de forma inadequada. As redes que compõe o sistema do município são todas interligadas e foram feitas para suportar apenas 1% de objetos sólidos e 99% de efluentes.

Outro fato importante é a interligação das redes da água da chuva na rede domiciliar de esgoto. “A redes são de tamanhos diferentes para suportar diferentes efluentes. A mistura do esgoto com a água da chuva pode ocasionar extravasamentos e transbordamentos de esgoto nas ruas e para dentro dos imóveis, transtornos que podem ser evitados”, afirma o gerente.

A concessionária mantém a prestação dos serviços de operação e manutenção de forma ininterrupta, 24 horas por dia e todos os dias da semana, para casos de solicitação de emergências.

Além disso, há as ações de vistoria de limpeza preventiva de todo o sistema de coleta de esgotos, que é realizado rotineiramente pelas equipes técnicas da concessionária.

Para relatar situações relativas a vazamentos e extravasamentos de esgoto, a concessionária disponibiliza o Serviço de Atendimento ao Cliente por meio do call-center: 0800-771-0001, site www.saneaqua.com.br e-mail sac-mairinque@saneaqua.com.br e página da Saneaqua no Facebook facebook.com/saneaqua.

 

Vander Luiz

Vander Luiz

São-roquense, radialista e jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *