CORONAVÍRUS DESTAQUE NOTÍCIAS

São Roque e região de Sorocaba rebaixados para a Fase Laranja, que passa a ser menos restritiva mas não permite atendimento presencial em bares

Regiões de Sorocaba, Registro, Marília e Presidente Prudente tem as maiores restrições com o aumento de casos de covid-19

São Roque e todas as cidades da Região de Sorocaba foram rebaixadas para a Fase Laranja do Plano São Paulo em nova reclassificação divulgada nesta sexta-feira (8 de janeiro) pelo Governo de São Paulo. A fase é a segunda mais restritiva do plano estadual.

A medida vale a partir de segunda-feira (11 de janeiro) e uma nova reclassificação será feita no dia 5 de fevereiro.

As regiões de Marília e Registro também regrediram para a Fase Laranja. A região de Presidente Prudente, única que estava na Fase Vermelha, avançou para a Laranja. As demais regiões, inclusive a capital paulista, seguem na Fase Amarela.

No entanto, apesar da regressão, o Governo ampliou as atividades permitidas na Fase Laranja, segundo o G1 porque os decretos estadual e municipais ainda serão publicados.

  • Com a exceção do atendimento presencial em bares, todos os outros setores de comércio e serviços passam a ser permitidos.
  • Nos restaurantes, o atendimento presencial está permitido até as 20h, com capacidade de 40%.
  • Capacidade de ocupação: antes era de 20% e agora sobe para 40% em todos os setores
  • Funcionamento máximo ampliado de 4 para 8 horas por dia.
  • Horário de fechamento: atendimento presencial só poderá ser feito até 20h
  • Salões de beleza, academia e parques estaduais poderão abrir.
  • O horário de funcionamento do comércio deve ser de oito horas por dia;
  • Essa mudança no horário também vale para os shoppings

Estamos atualizando o Plano São Paulo para que se permita o funcionamento de todos os estabelecimentos econômicos e todas as atividades também na Fase Laranja”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

Para permanecer na Fase Amarela, a região não pode ultrapassar 70% da ocupação de leitos. Pela nova classificação, Sorocaba está com 74,1% dos leitos ocupado. Marília tem 75,8% e Presidente Prudente (74,55).

No caso de Registro, o regressão ocorreu pela quantidade de óbitos a cada 100 mil habitantes. Na Fase Amarela, deve ficar em até 8 mortes. No entanto, a região do Vale Ribeira registra 9,3 mortes a cada 100 mil habitantes.

O retrocesso era esperando por conta do aumento de número de casos com a falta de respeito por parte da população nas últimas semanas de 2020.

As medidas eram esperadas com o aumento de número de casos. A atualização estava prevista para ocorrer na quinta-feira (7 de janeiro), mas foi adiada com o anúncio dos dados de eficácia da vacina do Instituto Butantan.

Sobre o autor

Vander Luiz

Vander Luiz

São-roquense, radialista e jornalista

Comentários

Clique aqui para publicar um comentário

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS