DESTAQUE FALECIMENTOS

Nota de falecimento. Durival Cantamessa, 78 anos

Durival Cantamessa (ex-presidente do Grêmio União Sanroquense) com participação direta na construção do ginásio de esportes. Reprodução revista GUS (2005)

Ex-presidente da Câmara Municipal de São Roque, Durival Cantamessa faleceu nesta terça-feira (15 de junho), aos 78 anos.

O velório será nesta quarta-feira das 8 às 11 horas e o sepultamento no Cemitério da Paz. Deixa a viúva professora Meire, filhas, genros e netos.

Nascido em 24 de novembro de 1942, o professor Durival Cantamessa teve uma intensa participação na vida política, social, empresarial e esportiva de São Roque nas últimas décadas, além de lecionar por muitos anos no curso técnico de Contabilidade do Barão de Piratininga, hoje Objetivo.

Foi vereador por dois mandatos. Eleito pelo PDS, em 1976, quando da vitória de Quintino de Lima para prefeito, teve como companheiros de legislatura Adauto da Rosa Faria, Ademar Marreiro, Amauri de Lima, Antonio Paulo Salvetti, Benedito de Góes Filho, Bento Francisco de Castro, Celso Miguel, Djalmo Rodrigues, Efaneu Nolasco Godinho, João Peres Gasques Filho, Orlando Silvestre de Castro e Waldemir Pedro Budemberg.

Em 1982, estava no PMDB quando foi reeleito com 522 votos. Por conta da sua experiência no legislativo, teve a confiança do prefeito Mário Luiz Campos de Oliveira que o apoiou para que fosse presidente da Câmara Municipal (1983/84)

No mandato que terminou em 1988, esteve ao lado de Ademar Marreiro, Antonio Carlos Pereira Rios, Celso Miguel, Djalmo Rodrigues, Domingos Sarti Filho (Bé), Guido Guazzeli, João Perez Gasques Filho, José Antonio Sanches Dias, José Carlos Baroni Garcia (Zé Balaio), Luiz Roberto Soares, Mauro Antônio de Góes, Mário Luiz Sabattini, Nagib Mana e Paulino Pereira.

No primeiro mandato do prefeito Zito Garcia (1989/92), Durival foi chefe da Divisão de Turismo quando São Roque se transformava em estância turística.

Durante os mandatos do prefeito Efaneu Nolasco Godinho foi chefe da Divisão de Trânsito e Divisão de Serviços, que também era responsável pela administração dos cemitérios. Além de integrar diversas comissões, entre elas, da organização dos Jogos Regionais e da Expo São Roque.

Em 1987, Durival entrega homenagem ao técnico de natação José Antonio Ribeiro da Silva em sessão solene da Câmara de São Roque. Reprodução Revista Ligado Esporte

A ELÉTRICA SANROQUENSE

No comércio esteve à frente da tradicional A Elétrica Sanroquense na Avenida João Pessoa (endereço hoje ocupado pela Santa Rosa Magazine). Era uma loja renomada que vendia produtos eletrônicos, utilidades domésticas, discos e até botijão de gás.

Foi também sócio-próprietário da Kifrango que atendia toda a região com vários tipos de carne. Inicialmente na Rua Sergipe (Bairro do Taboão) e depois com uma moderna sede de 280 metros quadrados na rua Marechal Rondon, 57 – Vila São Rafael.

Durival nos tempos da Kifrango em fevereiro de 1990. Reprodução Revista Ideal

Com espírito de liderança, foi presidente da Associação Comercial de São Roque por vários mandatos.

“Durival foi responsável pelo resgate da Associação Comercial de São Roque com sede na Avenida João Pessoa (parte de baixo do Mercadão) na década de 70. Em nossos encontros ele sempre manifestava a satisfação de ver que a Associação Comercial segue firme e atuante”, comentou Antonio Di Girolamo, atual presidente da entidade que lamentou a morte do ex-dirigente.

PRESIDENTE DO GRÊMIO UNIÃO SANROQUENSE

Durival Cantamessa teve uma passagem marcante no Grêmio União Sanroquense onde foi presidente de 1985 a 1988, além de participação direta na construção do ginásio de esportes na condição de diretor financeiro.

Em um período de crise econômica e com uma inflação galopante, o GUS tornou realidade um sonho de décadas. Com o empenho da família rubro-anil, o ginásio de 1.560 metros quadrados foi construído em tempo recorde entre setembro de 1983 e março de 1.984.

“No início da construção eu ficava na arquibancada até tarde da noite observando as estrelas e sonhando com o dia em que o ginásio seria inaugurado”, recordou Durival em entrevista à revista comemorativa que marcou os 60 anos de fundação do GUS (2005).

Em 28 de novembro de 2018, Durival recebeu o título de sócio benemérito em razão dos 50 anos dedicados ao clube como diretor, presidente e conselheiro.

A homenagem foi entregue pelo presidente Fernando Leite e Vinício César Pensa, presidente do Conselho Deliberativo.

Sócio Benemérito: Vinicio César Pensa, Durival Cantamessa e o presidente Fernando Leite 

O certificado foi feito pelo calígrafo Carlos Gustavo Araújo do Carmo, profissional responsável, entre outros trabalhos, pelos diplomas do governador João Doria, do vice Rodrigo Garcia, dos senadores Major Olímpio e Mara Gabrilli e dos suplentes nas eleições de 2018, além dos diplomas oferecidos aos homenageados pela Câmara de São Roque.

Durival também foi conselheiro do São Roque Clube.

Ainda no Grêmio União Sanroquense foi atuante no grupo de veteranos do “Bengala de Ouro”, onde se reunia semanalmente como os amigos para um bate-bola e uma animada resenha.

Durival Cantamessa em confratenização dos Bengalas de Ouro

A diretoria do Grêmio União Sanroquense lamentou a morte do ex-presidente em postagem assinada pelo presidente Marquinhos Guzzon e Vinicio César Pensa (presidente do Conselho Deliberativo).

“Durival foi presidente do Grêmio entre os anos de 1985 a 1988, sendo responsável pela construção do Ginásio de Esportes, obra muito importante na história do GUS, além da consolidação da sede campestre do Campininha,  tendo dedicado-se de corpo e alma para o crescimento do nosso clube, reconhecidamente um gremista de coração.”

Durival ainda participou do grupo de futebol do veteranos por muito anos e era membro ativo do Bengalas de Ouro, participando de suas reuniões e festividades.
Atualmente tinha uma cadeira de Conselheiro Permanente no Conselho Deliberativo do GUS
À  família enlutada nossos votos de pesar”.

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS