CORONAVÍRUS ESPORTES - REGIONAL

Diretor de Desenvolvimento de São Roque, Simei Lamarca, é flagrado por TV em fila para receber vacina contra a covid em Votorantim

Simei Lamarca na fila para ser vacinado em Votorantim. Reprodução TV TEM

O diretor de Turismo, Desenvolvimento Econômico, Esportes e Lazer de São Roque, Simei Lamarca, foi flagrado pelo portal G1 e TV TEM (afiliada Globo em Sorocaba) na fila para receber a vacina contra a covid-19 no Programa de Atendimento Materno Infantil de Votorantim, na manhã desta sexta-feira (29 de janeiro).

A publicação informa que a vacinação em Votorantim é para atender profissionais da saúde que moram ou trabalha na cidade. Simei Lamarca é morador de Sorocaba onde foi Secretário de Esportes.

ACOMPANHE A REPORTAGEM DA TV TEM

Porém, uma grande fila se formou nesta sexta-feira. Segundo a Secretaria de Saúde de Votorantim, muitas pessoas de Sorocaba foram até o posto para se vacinar.

Abordado pela TV TEM na saída da unidade de saúde, Simei justificou dizendo que foi ao local porque também é personal trainer e atende alunos na cidade e que poderia receber a vacina.

Simei preferiu não gravar entrevista, mas, em conversa com a equipe da TV disse que tem direito à vacina por ser do grupo prioritário. Contudo, não explicou o motivo de ido tomar a dose em Votorantim mesmo não sendo morador ou trabalhar na cidade.

Durante o período da tarde, Simei enviou um vídeo a TV TEM alegando que não foi vacinado.

“Não tomei, não estou vacinado. Só me dirigi até a Unidade Básica de Saúde de Votorantim porque eu sou profissional de Educação Física, além de gestor público.

Atuo com a minha assessoria esportiva em Sorocaba, Votorantim e toda região. E, assim, fui informado através de profissionais da minha categoria que estavam sendo vacinados. Porém, essa informação estava equivocada.

Fui informado que não era o momento para eu tomar essa vacina e não preenchia os requisitos.

Dessa forma, recebendo a negativa fui embora. Respeito o Plano Nacional de Vacinação e me coloco à disposição para qualquer dúvida e esclarecimentos.

Simei Lamarca em conversa gravada com a jornalista, Reprodução TV TEM

CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Roque encaminhou cópia de ofício encaminhado ao Governo do Estado onde o Conselho Regional de Educação Física pedia a inclusão dos profissionais que representa no público alvo na primeira fase de vacinação. Veja abaixo:

“O CREF4/SP protocolou Ofício na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP), no dia 04/01/2021, solicitando a inclusão dos PEF na 1ª fase da vacinação contra a COVID-19.

Nesta data, 19/01/2021, tivemos o retorno formal da SES-SP:

“Ilustríssimo Senhor Presidente
Nelson Leme da Silva Júnior
Conselho Regional de Educação Física da 4ª. Região – CREF4/SP

Ao apresentar nossos cordiais cumprimentos, reportamo-nos ao ofício CREF4/SP n°. 2112/20, pelo qual Vossa Senhoria solicita a Inclusão dos Profissionais de Educação Física no Público Alvo da 1ª. fase de vacinação.

Informamos que o assunto foi submetido à apreciação da Coordenadoria de Controle de Doenças, órgão desta Pasta, que se manifestou que os Profissionais de Educação Física também estarão contemplados na 1ª. fase do Programa Estadual de Imunização da COVID-19 como trabalhadores de saúde, devendo apresentar na unidade de saúde onde será realizada a vacinação o documento (carteirinha / CIP) que o vincule ao Conselho Regional de Educação Física (CREF) ou holerite/folha de pagamento que comprove seu vínculo empregatício com estabelecimento de saúde.

Sendo o que nos cumpria para o momento, aproveitamos a oportunidade para renovar protestos de elevada estima e distinta consideração.

São Paulo, 08 de janeiro de 2021

NILSON FERRAZ PASCHOA
Chefe de Gabinete
GABINETE DO SECRETÁRIO Chefia do Gabinete”

PUBLICAÇÃO ATUALIZADA

No entanto, o blog Olhar Olímpico do UOL, assinado pelo jornalista são-roquense Demétrio Vecchiolli, citou uma publicação atualizada do Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região (datada de 28 de janeiro), onde a entidade destaca em seu site “que ainda não chegou o momento de os profissionais da área serem vacinados.”

“Todos temos consciência que os profissionais de linha de frete no combate à covid-19 devem ter total prioridade na primeira fase de imunização.

Até mesmo para estes, a oferta de vacinas não é suficiente no momento. Também é importante lembrar que todos os Profissionais de Educação Física serão vacinados.

Porém, temos um cronograma a ser seguido, estipulado pelo Governo Federal e Estadual”.

POSTAGEM DO CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA (28/01/2021)

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19: OBJETIVO E POPULAÇÃO-ALVO

É importante reforçar alguns pontos relacionados a vacinação dos Profissionais de Saúde, contra a COVID-19.

Todos temos consciência que os Profissionais de linha de frente no combate à COVID-19 devem ter total prioridade na 1ª fase de imunização. Até mesmo para estes, a oferta de vacinas não é suficiente no momento.

Também é importante lembrar que TODOS os Profissionais de Educação Física serão vacinados. Porém, temos um cronograma a ser seguido, estipulado pelo Governo Federal e Estadual, de acordo com o perfil de cada um – e cabe ao Profissional entender em qual perfil se encaixa, estudando atentamente o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a COVID-19, o Plano Estadual de Imunização de São Paulo (PEI) e o Informe Técnico da Campanha Nacional de Vacinação contra a COVID-19.

QUAL É O OBJETIVO DA VACINAÇÃO?

Redução da morbimortalidade causada pelo novo coronavírus, bem como a manutenção do funcionamento da força de trabalho dos serviços de saúde e a manutenção do funcionamento dos serviços essenciais:

– Vacinar os grupos de maior risco de desenvolvimento de formas graves e óbitos;
– Vacinar trabalhadores da saúde para manutenção dos serviços de saúde e capacidade de atendimento à população;
– Vacinar os indivíduos com maior risco de infecção;
– Vacinar os trabalhadores dos serviços essenciais.

QUAL É A POPULAÇÃO-ALVO DA VACINAÇÃO?

Primeiramente, é bom entendermos que tais pessoas foram priorizadas segundo os critérios de exposição à infecção e de maiores riscos para agravamento e óbito pela doença.

O escalonamento desses grupos populacionais para vacinação se dará conforme a disponibilidade das doses de vacina.

O Ministério da Saúde iniciou a campanha nacional de vacinação contra a COVID-19, em 18 de janeiro de 2021, com um total de 6 milhões de doses da vacina Sinovac (Butantan). Estima-se vacinar nesta primeira etapa cerca de 2,8 milhões de pessoas, priorizando os grupos que seguem:

– Pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas);
– Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas);
– População indígena que vive em terras indígenas homologadas e não homologadas;
– 34% dos Trabalhadores da saúde (ver estrato populacional abaixo). Considerando a dimensão da categoria dos trabalhadores de saúde (6.649.307), foi necessário um ordenamento de priorização desse estrato populacional, a fim de atender TODOS os trabalhadores da saúde com a vacinação, sendo facultado a Estados e Municípios a possibilidade de adequar a priorização conforme a realidade local, a serem pactuadas na esfera bipartite (Estado e Município). Segue abaixo a orientação de priorização da categoria dos trabalhadores de saúde que foram estabelecidas:

– Equipes de vacinação que estiverem inicialmente envolvidas na vacinação;
– Trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de COVID-19;
– Demais trabalhadores de saúde.

O Objetivo e a População-alvo da vacinação estão em conformidade com o 2º Informe Técnico da Campanha Nacional de Vacinação contra a COVID-19 (págs. 6 e 7), do Ministério da Saúde, de 23/01/2021. Tanto o Informe Técnico quanto os Planos de Operacionalização poderão sofrer alterações a qualquer momento, cabendo ao interessado manter-se atualizado.

CREF4/SP
Somos nós, fortalecendo a profissão!

Fontes:
Portal do Governo do Estado de São Paulo
Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a COVID-19
2º Informe Técnico da Campanha Nacional de Vacinação contra a COVID-19

Sobre o autor

Vander Luiz

Vander Luiz

São-roquense, radialista e jornalista

Comentários

Clique aqui para publicar um comentário

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS