FALECIMENTOS NOTÍCIAS

Rayssa Eloá Menezes é encontrada morta no Bairro Briquituba, em Alumínio. Transexual de 22 anos estava desaparecida há uma semana

Rayssa Eloá Menezes encontrada morta no Bairro Briquituba, em Alumíno. Foto reprodução

A transexual Rayssa Eloá Menezes, de 22 anos, foi encontrada morta, nesta quarta-feira (2), em um riacho no Bairro Briquituba (Alumínio, no limite com Mairinque). Rayssa estava desparecida desde a quarta-feira da semana passada (25 de novembro), mas o boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Alumínio somente nesta terça-feira (1º de dezembro).

Policiais civis de Alumínio iniciaram as investigações e informaram à Delegacia de São Roque uma que vez Rayssa teria sido vista pela última vez na região central da cidade vizinha.

Os investigadores de São Roque localizaram o homem que teria sido visto com Rayssa pouco antes do desaparecimento. Inicialmente negou qualquer envolvimento com o caso.

No entanto, diante do trabalho de investigação, a Polícia Civil informou que ele confessou que no dia do desaparecimento esteve com Rayssa no local do crime com mais uma pessoa que não identificada. Eles teriam utilizado um veículo VW Gol (prata).

Os três teriam ingerido bebidas alcoólicas e usado cocaína, informou a Polícia Civil. A pedido de Rayssa, seguiram ate o Bairro Briquituba, região afastada do centro de Alumínio.

Passaram por uma estrada de terra e chegaram até um um viaduto da linha de trem. No local, teriam usado mais droga e Rayssa disse que não tinha mais vontade de viver, tinha problemas familiares e queria se matar.

Teria caminhado sozinha pela linha férrea. Inesperadamente teria dito que iria se matar e pulou viaduto de cerca de 60 metros altura.

Os dois permaneceram no local e em seguida foram embora. O suspeito disse em depoimento que ficou com medo e relatou o fato para um casal amigo sendo orientado a entrar em contato com a polícia.

Ele indicou o ponto exato da queda e o corpo foi encontrado seminu em avançado estado de decomposição.

A região é difícil acesso e os trabalhos da perícia técnica foram interrompidos na noite de ontem e reiniciados na manhã desta quinta-feira (3) com o resgate do corpo que foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal), em Sorocaba.

O caso foi registrado como morte suspeita e a Polícia Civil prossegue com as investigações ouvindo as pessoas envolvidas no caso para esclarecer que se trata de suicídio ou homicidio.

 

 

 

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS