NOTÍCIAS

Policial militar cabo Wagner Odevaldo Silva morre atropelado em Itapevi durante abordagem. Motoqueiro também morreu.

Cabo Odevaldo morto aos 39 anos

O cabo da Polícia Militar Wagner Odevaldo Silva, 39 anos, morreu ao ser atropelado por uma moto conduzida por um bandido em fuga no km 44 da Rodovia Engenheiro Benedito da Silva (Jardim Santa Rita), em Itapevi, na madrugada desta quinta-feira (30). A rodovia liga São Roque ao município da Grande São Paulo.

O policial realizava cerco a um homem que fugiu de uma abordagem de outra equipe policial, informou a Polícia Militar de São Paulo. O policial foi atropelado ao desembarcar da viatura durante os preparativos da abordagem.

Socorrido ao Hospital Geral de Itapevi não resistiu aos ferimentos. O cabo Wagner Odevaldo Silva trabalhava na corporação há dez anos e estava lotado na 3ª Companhia do 20º Batalhão da Polícia Militar/Metropolitano com sede em Itapevi. Era casado e deixa uma filha de 13 anos.

O Jornal Itapevi Agora informa que o motoqueiro conduzia uma Honda CG 160 Start morreu no local acidente ao bater a cabeça. Identificado como Igor Alberto Gonçalves da Silva, 21 anos, que portava um revólver Taurus, calibre 38 com numeração raspada.

Na operação, o cabo Odevaldo trabalhava ao lado do sargento Montibeller e do soldado Vasconcelos.

Sobre o autor

Vander Luiz

Vander Luiz

São-roquense, radialista e jornalista

1 comentário

Clique aqui para publicar um comentário

  • Uma infelicidade. Uma fatalidade que poderia ser evitada. O crescimento da violência é cada vez mais preocupante. A legislação tem que ser revista para o combate à violência ser possível. Que essa família tenha forças para enfrentar esse desafio.

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS