DESTAQUE FALECIMENTOS GALERIA

Nota de falecimento. João Pó (João Roberto Lopes), aos 75 anos

João Pó faleceu aos 75 anos

O cartorário e advogado João Roberto Lopes (João Pó), 75 anos, faleceu nesta sexta-feira (11 de dezembro), na Santa Casa de São Roque. João tinha Alzheimer e faleceu de broncopneumonia.

O velório será neste sábado (12), das 10 às 13 horas, e o sepultamento no Cemitério da Paz de São Roque.

João Pó deixa a esposa Dora Marlene Cristanelli Lopes e dois filhos. O advogado Carlos Alberto Lopes (Pingão) casado com Talita Martins Lopes pai de Valentina e Gabriela e o ator Lopes Júnior (João Roberto Lopes Júnior) casado com Ariela Prestes Lopes pai de Helena e Antonio.

João Pó e a esposa Dora

Nascido em Porto Feliz, em 15 de maio de 1945, filho de Avelino Lopes e Benedita Lopes. Mudou-se para São Roque ainda menino e também muito jovem começou a trabalhar no cartório de Alice Campos e do filho Hostálio de  Campos.

Fez carreira no judiciário. Montou a Vara Distrital de Mairinque sendo o primeiro diretor e retornou para São Roque para a instalação da Segunda Vara até se aposentar no cargo de escrivão, quando passou a advogar.

O curioso apelido de João Pó ganhou por conta do futebol quando trocou o Paulistano pelo Grêmio União Sanroquense (GUS). Ao deixar um time popular para jogar em um clube da elite de São Roque passou a ser chamado de João Pó de Arroz.

No Grêmio, também foi diretor e técnico do time. Estava ao lado de Zé Egydio Capuzzo quando o Galo voltou a ser campeão municipal em 1984 depois de 13 anos de jejum na final contra o Paulistano, no Quintinão, em uma noite de sexta-feira.

João Pó é um dos grandes nomes do futebol de salão de São Roque, sendo um dos fundadores do Justiça. Time criado por funcionários do Fórum de São Roque e um dos mais importantes do salonismo regional por algumas décadas.

João Pó (último em pé da direita para esquerda) um dos fundadores do Justiça Futebol de Salão. Em pé: Mire, Nelsinho Seben, Alemão, Ricardo Bresciani e João Pó. Agachados: Zé do Vado, Piniquinho, Zeca Loco e Polita. Time base das duas primeiras conquistas da Copa Carambeí (1877/78)

Na sinuca era praticamente imbatível conquistando vários campeonatos em disputas no São Roque Clube e no Jurid Clube (Rua Pedro Vaz).

Foi também presidente do Lions Club de São Roque em várias gestões organizando e participando ativamente de atividades sociais, implantando a tradicional barraca da sopa nas Festas de Agosto.

Presidente do Lions Club de São Roque, em 2018. José Rubens Leite (Rotary), Maria Celeste de Góes (presidente que deixava o cargo), Tio Milton (presidente da Câmara de São Roque) e João Pó (presidente)

João teve os irmãos Alcides Lopes (cartorário que morreu com apenas 25 anos de idade), o padeiro Cláudio Lopes (Calango) também falecido. Por parte de mãe tem mais dois irmãos Moisés e Antonio Medeiros.

Conversei com amigo Pingão na noite desta sexta-feira e lembramos um poucos dessas histórias.

Infelizmente, a situação de João Pó não era boa devido ao avanço da doença que comprometeu a memória e os movimentos.

As últimas semanas foram de intesa luta pela vida que a cada dia ficava mais debilitada.

A família agradece o carinho e profissionalismo dos médicos e funcionários da Santa Casa de São Roque e agradece pelas orações e mensagens de carinho.

Nossos sentimentos.

João Pó com os filhos Júnior e Pingão. Dia dos Pais de 2019
Justiça F.S. Em pé: João Pó, Celso Magrão, Ito, Nelsinho Seben, Alemão, Zamir e Edinho. Agachados: Chola, Lica, Pingão, Brega, Piá e Petinha

 

Sobre o autor

Vander Luiz

Vander Luiz

São-roquense, radialista e jornalista

Comentários

Clique aqui para publicar um comentário

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS