FALECIMENTOS

Nota de falecimento. Circe Ferreira Weishaupt, 82 anos

 

Circe Ferreira Weishaupt, nos Estados Unidos, onde residia com sua filha.

Por: Simone Judica*

Faleceu, na tarde de ontem (24), em Miami, nos Estados Unidos, a são-roquense Circe Ferreira Weishaupt, aos 82 anos de idade, em decorrência de problemas cardíacos.

Circe mudou-se para os Estados Unidos em 2011, após a morte de seu esposo, Jair Weishaupt, conhecido carinhosamente como “Jair Sossego”, em agosto daquele ano. Desde então, lá viveu, em companhia da única filha, Meire, do genro Roberto Tazinazzo e do neto Tiago, que a cercavam de atenção e afeto, na residência da família, no momento de seu falecimento.

Jair Weishaupt, esposo de Circe, falecido em agosto de 2011.

O sepultamento está previsto para o início da semana, obedecendo-se aos trâmites legais e costumes dos funerais norte-americanos.

Nascida em 17 de fevereiro de 1938, filha do casal João Ferreira e Margarida Tanzi Ferreira, teve dez irmãos: Mário Ferreira, Iracema Ferreira Fernandes,  Aurora de Almas, Dirce Ferreira da Silva, Ismênia Ferreira Silveira, Alcides Ferreira,  Luiz Antônio Ferreira e Luiz Henrique de Andrade, já falecidos, e Nair Ferreira Wheishaupt e Margarida Ferreira Del Peschio, ambas residentes em São Roque.

Por mais de cinquenta anos, Circe foi membro da Igreja Metodista em São Roque, com participação ativa nos eventos da comunidade, como a campanha de construção do novo templo, inaugurado em 1999. Frequentadora assídua da Sociedade Metodista de Mulheres, não faltava às programações promovidas pelas irmãs de fé.

Seu temperamento alegre e afetuoso cativava todos que conviviam com ela na família, na igreja e na cidade, o que tornou sua despedida, ao mudar-se para os Estados Unidos, comovente e triste para seus familiares, amigos e irmãos da comunidade Metodista em São Roque.’

O entusiasmo pela vida e a jovialidade renderam a Circe o convite para ser  a “garota da capa” da revista feminina “Voz Missionária”, em 1997, em edição que tratava do tema “Envelhecer, sim. Esmorecer, jamais!”. A publicação, guardada e mostrada às pessoas queridas com carinho, imortalizou sua alegria, provando que a felicidade reside em viver de maneira simples, cercada pelas pessoas amadas e praticando a fé.

Edição da revista “Voz Missionária”, editada pela Confederação Metodista de Mulheres, trouxe Circe como a “garota da capa”, em 1997 (foto: Samuel Fernandes)

“É com tristeza que informamos o falecimento de nossa irmã Circe Weishaupt, em Miami, onde residia com a filha. Ela estava com alguns problemas de saúde, entre eles um no coração, necessitando de cirurgia, entretanto, sua condição impedia tal procedimento.
Que o Consolo do Espírito Santo seja sobre as vidas da Meire, Dona Nair e toda família aqui e em Miami e também a todos e todas de nossa comunidade”, noticiou a Igreja Metodista em São Roque em suas redes sociais.

D. Circe foi uma pessoa doce, singela e amorosa, que plantou lindas sementes de amor e amizade nos corações de todos que conviveram com ela. Que Deus a receba e console a todos que a amavam.

Programa Linha Aberta

Arquivos

CATEGORIAS