Sete de Setembro de São João Novo: 90 anos de história

Sete de Setembro de São João Novo: 90 anos de história

 

O Esporte Clube Sete de Setembro de São João Novo completou 90 anos de fundação nesta quinta-feira (7) com uma programação esportiva que movimentou o distrito nos últimos dias.

Destaco aqui duas reportagens que escrevi sobre o Sete de Setembro. A primeira da Revista Ligado Esporte de outubro de 1987 quando há 30 anos o Sete de Setembro sagrou-se pela primeira vez campeão municipal. A outra foi publicada no Jornal da Economia na edição de 13 de setembro de 1991 quando o clube completou 64 anos.

Galeria de Sete de Setembro de São João Novo. Foto Thiago Vieira Nunes

REVISTA LIGADO ESPORTE – 1987

Título municipal do Sete de Setembro destaque de capa da revista Ligado Esporte

 

Sete Setembro reprodução foto de capa da Revista Ligado Esporte

 

Abaixo reprodução da reportagem

Campeonato Municipal de São Roque:

7 de Setembro fez uma campanha irretocável

O E.C. 7 de Setembro de São João Novo não deu chance para ninguém. Conquistou o Campeonato Municipal/87, promovido pela Lisafu (Liga Sanroquense de Futebol) por antecipação ao vencer os dois turnos. E mais, garantiu de maneira perfeita o primeiro título municipal.

Durante toda a competição perdeu apenas para o Vila Nova (2 a 3), no segundo turno. Foi um jogo conturbado que terminou somente aos 68 minutos.

Sete campeão municipal 1987 destaque na Revista Ligado Esporte

Assim, em 10 jogos disputados, o 7 de Setembro marcou 31 gols, 15 no primeiro turno e 16 no segundo, sofrendo apenas 17 gols. O 7 de Setembro, enfim, foi incontrolável.

A definição da conquista ocorreu com a vitória sobre o Grêmio União Sanroquense (2 a 1), com gols de Fio. Para o Grêmio, de Dom Pirolis, Deco diminuiu.

O último jogo do Campeonato Municipal teve a arbitragem de Vitório Franeschi, auxiliado por José Farias e Olival Martins Chagas.

Golaço de Fio destaque na revista Ligado Esporte

Agora o técnico Armando Nunes Barril tem a missão de preparar a sua equipe para o Campeonato Amador do Estado promovido pela Federação Paulista de Futebol e que este ano vem com novidades. Uma delas é esta; o campeão adquire o direito de disputar a Terceira Divisão de Profissionais, como uma maneira de incentivar esta competição. Aliás, o grupo do 7 de Setembro para esta primeira fase já está definido.

Grêmio vice-campeão 1987. Em pé: Gilmar, Paulinho Capuzzo, Sombra, Torão, Zelão e Edson Stefani. Agachados: Deco, Vaguinho, Marquinhos Guzzon, Alacir e Joãozinho Korg. Foto reprodução

CONFIRA A CAMPANHA DO CAMPEÃO

PRIMEIRO TURNO:

2 x 0 – Canguera – 20/04

2 x 1 – Grêmio – 26/04

3 x 2 – Colorado – 03/05

4 x 1 – Usera – 10/05

4 x 3 – Vila Nova – 24/05

 

SEGUNDO TURNO:

7 x 3 – Canguera – 12/07

2 x 3 – Vila Nova – 26/07

3 x 2 – Usera – 02/08

2 x 1 – Colorado – 09/08

2 x 1 – Grêmio – 23/08

 

JORNAL DA ECONOMIA – 1991

Jornal da Economia 1991 destaca os 64 anos do Sete de Setembro. Leia abaixo reprodução da reportagem

 

 

E.C. 7 de Setembro comemora 64 anos

Chamada do aniversário de 64 anos do Sete no rodapé da capa do Jornal da Economia 1991

O E.C. 7 de Sete de Setembro, de São João Novo, completou no último sábado 64 anos de fundação. É o único clube do distrito e tem proporcionado aos seus associados e convidados momentos de entretenimento e lazer com a realização de bailes, shows e eventos esportivos.

A luta para se manter um clube – principalmente nos dias de hoje – é uma tarefa difícil. Dessa maneira, os seus diretores e associados não podem desanimar e juntos têm condições de mostrar para toda a região o quanto o 7 de Setembro representa para a sua comunidade.

No momento, o clube está sem presidente, uma comissão de sócios-proprietários assumiu o seu comando e no próximo domingo será eleito o Conselho que escolherá o novo presidente.

A dobradinha Lilo (Armando Anéas Nunes) e Benedito da Costa Pierre está bastante cogitada.

Para comemorar a data foram realizados jogos amistosos em várias categorias contra o Grêmio União Sanroquense, 1º de Maio (Barueri), Enio F.C. (São Paulo), Cruzeiro de São João Novo e Brasil (São Roque).

Completa a programação a final do torneio de bocha, jogos de vôlei e uma gincana infantil. Para este domingo está marcada uma feijoada beneficente.

O clube foi fundado por Fortunato Ernesto, mas o registro oficial ocorreu somente em 27 de dezembro de 1945. Entre os seus sócios-fundadores estão Antonio de Oliveira Pinto, Euclides Ferreira Costa, Simplício Rocha, Isaías Alvarenga dos Santos, Cassiano Marreiro, José Costa, Manoel Anéas, Domingos Martins, José Onofre, Leôncio Rodrigues Silveira, Francisco Gomes, João Antonio Prearo, Francisco Bello, Gustavo Matias, Geraldo Garcia, José Perez, Benedito Justo, Marino Garzella, Vicente Cano, Augusto Lopes Claro, Eufrásio dos Santos, Francisco Spinha e Waldemar Ferraz de Barros, entre outros.

Ao longo destes anos, alguns presidentes foram João Franco do Amaral e José Mendes da Costa (que compraram o terreno da sede do clube), Rubens Perez Gasquez, Ademar de Oliveira, Armando Nunes Barril, Antonio Carlos Moya de Oliveira, Levis Vaz de Almeida, Elian Bianchi e Antonio Nunes.

No campo de jogo, o Sete de Setembro já garantiu vários títulos como o Campeonato Municipal de São Roque (duas vezes), Copa do Vinho (duas vezes), Copa São Roque e um título na categoria dente de leite (1976) com o técnico Ademar Marreiro.

Disputou vários campeonatos em Itapevi e contou com jogadores de destaque: Haroldo Toledo, Isaías, Haroldo Franco e mais recentemente Lilo (futebol profissional no Guaçuano e Paulistano) e Moedão (São Bento de Sorocaba e que atualmente está realizando testes no São Paulo F.C. onde foi indicado pelo Sr. Luiz, da Chácara Gurilândia).

Há vários anos o seu técnico é Armando Nunes Barril que lamenta a falta de um campo para treinamentos e jogos.

“O estádio é uma promessa antiga. O nosso campo está em péssimas condições, ficamos um mês sem jogar e a maioria dos nossos atletas não tem tempo para treinar por causa do trabalho”, comenta.

No entanto, Armando escala de cabeça e rapidinho o Sete de Setembro da década de 60. Cabeludo; Nenê, Fernando, Onofre e Severino; Valinho, Dito Cancha e Oswaldinho; Neco, Joãozinho Amaral e Guerra com o técnico Toninho Franco. Para ele este foi o melhor “7” que viu atuar.

O JE aproveita a oportunidade para parabenizar o clube e desejar pleno êxito a nova diretoria.

Patrocinadores de São João Novo nos 64 anos de Sete de Setembro

 

Mais patrocinadores da reportagem dos 64 anos do Sete de Setembro: Baseglas, Mercadinho Leôncio e Casa Oliveira Pinto. Antonio de Oliveira Pinto foi um dos fundadores do clube

2017 ANO ESPECIAL PARA SÃO JOÃO NOVO

Em 2017, o distrito de São João Novo teve duas das especias para comorar, além dos 90 anos do Esporte Clube Sete de Setembro o cinquentenário da Escola de Samba Corações Unidos.

Valdemari Martins presidente da Corações Unidos com Thiago Vieira Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *