Nota de falecimento. Alberto Markunas, 85 anos

Alberto Markunas faleceu na noite desta sexta-feira (28) aos 85 anos. Nascido em 7 de agosto de 1933, era conhecido como Berto Banha tendo formado um grande círculo de amizade por conta do trabalho como pedreiro, por ter defendido o Clube Atlético Paulistano e por residir na Vila Aguiar. 

O corpo está no velório municipal e o sepultamento será neste sábado (29), às 15 horas, no Cemitério do Cambará.

Era solteiro e deixa as irmãs Helena e Maria. Os outros irmãos são falecidos: Henrique (Rico), Vitu (que jogou no XV de Piracicaba), Afonso e Olga (que morou nos Estados Unidos).

Como pedreiro construiu muitas residências e o sobrinho Sílvio lembrou que foi um dos responsáveis pela construção da Capela de Santa Rita na Vila Aguiar. 

Integrou o elenco do Paulistano que em 1958 conquistou o primeiro título municipal para o Tricolor da Vila Aguiar. Com a morte de Berto Markuna estão vivos apenas três jogadores da conquista pioneira: Zé do Vulk, Moaciar Pinto (Bid) e Paulista.

Paulistano 1958, primeiro título municipal do Tricolor da Vila Aguiar. Em pé: Taufic Elias Fandi, Danilo Bellini, Benedito Alves de Lima (Beto Lima), Mário Crucello, Joaquim Moia (técnico), Berto Markunas, Roque Paschoal, Jatir Silva, João Louco, Alberto Teixeira, Sílvio Pintor e Eddi Alonso. Agachados: Décio Mazzeto, Quincas, Zé do Vulk, Moacir Pinto (Bid), Zito Mandi, Henrique Markunas, Leco Potrinho, Orlando Della Déa (Paulista), Valdermar e Dade. Os dois mascotes com a faixa de campeão são Jaime Fandi e Taufic Elias Fandi Júnior. Foto Ideal de Olavo Monteiro

 

Vander Luiz

São-roquense, radialista e jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *