Mulher que tentou matar o marido em Araçariguama com golpes de cutelo e jogou água quente no pênis do companheiro é colocada em liberdade

 

Eli Barbosa Lima, 55 anos, que foi presa por tentar matar o marido, em Araçariguama, com golpes de cutelo (espécie de machadinha) e por jogar água fervente no pênis do companheiro, vai aguardar o julgamento em liberdade.

Ela responde por tentativa de homicídio e foi colocada em liberdade na sexta-feira da semana passada (25), informou o advogado Glauber Bez que trabalha na defesa da acusada.

Cutelo utilizado pela mulher que atingiu o companheiro com 25 golpes (foto divulgação)

O fato ocorreu no dia 2 de fevereiro deste ano e ao todo ela teria atingido 25 golpes na cabeça, braços e pernas. Na sequência, jogou água fervente.

No boletim de ocorrência consta que ela atacou o companheiro, que trabalha como ajudante de pintor, após uma discussão em que ele teria confessado tê-la traído com uma prima, informou na oportunidade o portal de notícias G1.

O homem conseguiu fugir e procurou atendimento médico quando foi acionada a Polícia Militar.

A agressora foi presa no local de trabalho e autuada em flagrante por tentativa de homicídio.

Desde então ela estava presa na cadeia de Votorantim.

3 comentários em “Mulher que tentou matar o marido em Araçariguama com golpes de cutelo e jogou água quente no pênis do companheiro é colocada em liberdade

  • 2 de junho de 2018 em 20:58
    Permalink

    Otimo defensor, e um profissional perspicaz. Que defende a causa não a aportunidade. Todos podemos errar um dia. Como diz a jurisprudência desde que nascemos ja somo candidatos a algum crime. Em outras palavras, quem nao pecou que atire a primira pedra. Somente o júri fará justiça aposvum justo julgamento. Parabéns Dr Gláuber Bez.

    Resposta
  • 2 de junho de 2018 em 18:51
    Permalink

    Excelente advogado!!!

    Resposta
  • 2 de junho de 2018 em 18:50
    Permalink

    Excelente advogado!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *